Blog

3 principais funções do DAX para utilizar no Power BI

DAX

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Email

Fórmulas e funções já estão presentes no dia a dia dos colaboradores que utilizam as ferramentas como Excel ou Power BI dentro das empresas. Afinal, são ótimas aliadas.

Para que o conhecimento ande junto com os seus colaboradores, é essencial apresentar formas de melhorar seus trabalhos dentro das ferramentas.

E é por esse motivo que você deve conhecer as 3 principais funções do DAX, para alavancar o conhecimento dentro da sua empresa e seus colaboradores se tornarem craques além de fórmulas e funções.

Continue lendo e saiba mais!

Power BI: todos os dados da sua empresa em um só lugar

Com o Power BI você pode ter uma visualização 360º da sua empresa, já que é possível criar análises de vários setores de uma vez só: atendimento ao cliente, vendas, pós-vendas, produção, financeiro e etc através dos dashboards.

Tudo isso de forma muito prática e rápida, uma vez que o Power BI possui uma interface bem intuitiva, com apenas alguns cliques os usuários já conseguem ter acesso às informações do programa. Além disso, o Power BI pode ser acessado de desktops ou celulares e tablets, podendo trazer dados com muita facilidade e de forma segura.

Agora que você já sabe um pouco sobre o que é o Power BI, vamos conhecer as principais funções do DAX!

3 funções do DAX

3 principais funções do DAX para utilizar no Power BI 1

Antes de darmos continuidade, você precisa saber que as funções do DAX vão auxiliar a tornar o trabalho mais dinâmico e otimizar tempo.

Portanto, a LSX Consulting vai mostrar abaixo as funções conhecidas como Filter, All, Related, Totalytd e Calculate. Essas funções auxiliarão no dia a dia.

  • Filter

A função que você vai conhecer agora, Filter, vai ser utilizada para retornar um subconjunto a uma tabela ou expressão. Como por exemplo, em sua empresa, você quer saber os números exatos de certos dados, como uma compra que somou o valor de R$ 1.500.

Estrutura:

FILTER (<tabela>, <filtro>)

Continuando, vamos aliar a função COUNTROWS a Filter, fazendo com que no final obtenha uma contagem exata dos dados.

Para darmos seguimento, vamos supor que o número 1 seja para Tabela de Vendas e o 2 para Nova Medida. Clique no número 1 primeiro e procure por faixa de opções, clique em Modelagem e em seguida no número 2.

E digite a fórmula:

Vendas acima de 1500 = COUNTROWS(FILTER(Vendas;Vendas[Valor]>1500))

A função Filter não é usada sozinha, é uma fórmula utilizada em conjunto com outras funções. E no caso deste exemplo, Filter foi utilizada para retornar dados dentro da tabela que criou e a COUNTROWS contou o resultado.

“Vendas” identificou uma tabela para a nova tabela e “Vendas[Valor]>1500” encontrou o resultado final.

  • ALL

Ignorando os filtros aplicados em cima de uma tabela ou coluna, a função ALL irá retomar todas as linhas da tabela e coluna.

Estrutura:

ALL (<tabela> ou <coluna>)

Portanto, toda vez que na sua tabela/coluna algo estiver desmarcado no filtro, como por exemplo uma venda em uma cidade X, sendo assim, resultando em final sem a cidade X estar considerada.

A ideia é manter os filtros, mas em se caso um cartão adicional estiver em uso e você não quer que este tenha a influência dos filtros, a função ALL é manterá tudo no controle.

Assim é necessário a criação de uma nova medida e digitar a seguinte fórmula:

Todas Vendas Puro = COUNTROWS (ALL (Vendas) )

Ao final, crie um cartão novo com a medida nova e terá um resultado completo sem a influência de NENHUM filtro. A função ALL é essencial e pode ser usada em uma tabela ou coluna.

Levando em conta a função Filter, ALL também é uma função que não pode ser utilizada sozinha e sempre contará com uma função em conjunto. Neste exemplo, também contamos com COUNTROWS para contar as linhas com exatidão.

  • Related

A função Related é utilizada para resultar um valor de outra tabela.

Estrutura:

RELATED (<coluna>)

Para esta função, vamos utilizar a influência de filtros. Por exemplo, digamos que queremos um resultado sobre vendas realizadas na cidade única e exclusivamente de Cascavel, porém o nome da cidade está em outra tabela, já que na tabela de vendas contém apenas o número/código relacionado a cidade.

Portanto, se houver um relacionamento entre as tabelas, podemos contar com a função Related.

Veja agora o exemplo para contar as vendas que foram feitas na cidade de Cascavel, utilizando a informação que está em outra tabela:

Qtde Vendas Cascavel = COUNTROWS (FILTER (ALL (Vendas) ; RELATED (Local [Cidade] ) = “Cascavel”) )

Você notou que utilizamos as 3 funções que você já acompanhou aqui no texto? Além da nossa ajudante, COUNTROWS, que foi utilizada para a contagem das linhas que determina o número exato de vendas. A função ALL que foi utilizada faz com que a fórmula não considere filtros e a função Related, no exemplo, serviu para buscar uma exatidão no filtro e somente as informações da cidade selecionada em conjunto com FILTER.

As funções demonstradas acima são essenciais no dia a dia do colaborador para auxiliar nas funções em que necessita buscar dados exatos, com precisão e facilidade.

Fique atento, poderemos estar postando mais funções relacionadas ao DAX no Power BI.

Ficou com alguma dúvida? Fale conosco!

Professor Luis Claudio Sampaio é responsável técnico e principal instrutor da LSX Consulting. Mestre em Administração de Empresas – Competitividade e Estratégia. Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Pós-Graduado em Engenharia de Software com ênfase em UML.

Idealizador e CEO na LSX Consulting, empresa especializada em treinamentos corporativos e consultoria que atua em parceria com o SESCOOP/PR.

Luis também é professor universitário em cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de Engenharia de Software e Negócios, além de ministrar treinamentos in company.

Possui larga experiência em gestão e melhoria de processos utilizando a abordagem BPM e amplo domínio em ferramentas como Excel e Power Bi.

Atualmente cursa MBA em Business Intelligence, onde busca ampliar conhecimentos nas áreas de Inteligência e Estratégia de Negócios.

Vamos interagir?

Você também pode gostar