Blog

Power BI e o Gráfico de Pareto

Power BI

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Email

Você sabe o que é o Gráfico de Pareto e como cria-lo no Power BI? Se você buscou a LSX Consulting para entender mais como funciona a função, veio ao lugar certo!

O gráfico é muito interessante, afinal ele exibe todas as análises que você buscou além de apresentar os percentuais de cada informação, destacando os dados mais relevantes.

Vem ver!

Power BI: todos os dados da sua empresa em um só lugar

Com o Power BI você pode ter uma visualização 360º da sua empresa, já que é possível criar análises de vários setores de uma vez só: atendimento ao cliente, vendas, pós-vendas, produção, financeiro e etc através dos dashboards.

Tudo isso de forma muito prática e rápida, uma vez que o Power BI possui uma interface bem intuitiva, com apenas alguns cliques os usuários já conseguem ter acesso às informações do programa. Além disso, o Power BI pode ser acessado de desktops ou celulares e tablets, podendo trazer dados com muita facilidade e de forma segura.

Agora que você já sabe um pouco sobre o que é o Power BI, vamos conhecer sobre a função de Gráfico de Pareto.

Gráfico de Pareto: o que é?

Power BI

É um gráfico de colunas com base no Princípio de Pareto, exibindo de forma crescente as frequências desta coluna.

O Princípio de Pareto é relacionado ao conceito de que em uma empresa 80% dos seus lucros vem de apenas 20% dos seus produtos.

Com isso, a ferramenta de gráfico permite analisar em uma busca as prioridades que deve-se firmar dentro da empresa em relação dos seus produtos. Ou seja, dentro do Power BI, o gráfico tem o poder de auxiliar identificando os pontos que mais tendem a trazer potencial ou os problemas destes.

Por esta razão que o Gráfico de Pareto é essencial em sua empresa, já que é utilizado para destacar os produtos em relevância em cima do faturamento total, auxiliando na tomada de decisões ou novas análises.

Como criar o Gráfico de Pareto

Para criar um Gráfico de Pareto no Power BI, você pode seguir os passos abaixo:

– Preparação dos Dados:

Certifique-se de que seus dados estejam carregados no Power BI e organizados de forma apropriada. Você precisará de dados que possam ser categorizados e quantificados.

– Criar uma Tabela ou Gráfico de Barras:

Adicione uma tabela ou um gráfico de barras que represente a sua categoria e a respectiva medida quantitativa.

– Ordenar os Dados:

Na visualização que representa a categoria, você pode ordenar os dados de forma decrescente com base na medida quantitativa. Isso é importante para a análise de Pareto.

– Criar a Linha de Pareto:

Para criar a linha de Pareto, você precisará calcular a porcentagem acumulada da medida quantitativa em relação ao total. Para fazer isso, crie uma nova medida utilizando a DAX. Suponha que sua medida quantitativa seja chamada “Valor”. A medida de porcentagem acumulada seria algo assim:

Percentagem Acumulada =

DIVIDE

CALCULATE(SUM(Tabela[Valor]), FILTER(ALL(Tabela), Tabela[Valor] >= MAX(Tabela[Valor]))), CALCULATE(SUM(Tabela[Valor]), ALL(Tabela))

– Criar o Gráfico de Linha:

Agora, adicione um gráfico de linha ao seu relatório e utilize a nova medida “Percentagem Acumulada” como valor para o eixo vertical.

– Formatar o Gráfico:

Formate o gráfico de linha conforme necessário para torná-lo mais legível e informativo. Isso inclui a adição de rótulos, formatação de eixos, etc.

– Análise e Interpretação:

Agora, você pode analisar o gráfico de Pareto. As barras representam a contribuição de cada categoria individual, e a linha mostra a contribuição acumulada ao longo das categorias. Isso permite identificar rapidamente quais categorias têm o maior impacto no total.

Lembre-se de que, para obter os melhores resultados, é importante que seus dados estejam limpos e corretamente estruturados, e que você tenha uma compreensão clara de quais métricas e categorias são mais relevantes para a sua análise de Pareto.

Ficou com alguma dúvida? Acesse o WhatsApp e fale com a LSX Consulting!

Quer marcar um treinamento corporativo? Fale conosco para mais informações. Pode contar com a LSX Consulting para um super treinamento!

Professor Luis Claudio Sampaio é responsável técnico e principal instrutor da LSX Consulting. Mestre em Administração de Empresas – Competitividade e Estratégia. Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Pós-Graduado em Engenharia de Software com ênfase em UML.

Idealizador e CEO na LSX Consulting, empresa de software, consultoria e treinamentos que atua na região de Cascavel-PR.

Luis também é professor universitário em cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de Engenharia de Software e Negócios, além de ministrar treinamentos in company.

Possui larga experiência em gestão e melhoria de processos utilizando a abordagem BPM e amplo domínio em ferramentas como Excel e Power Bi.

Vamos interagir?

Você também pode gostar

Power BI traz novidades: apresente gráficos como tabelas

Este é um recurso superinteressante que permite visualizar as informações de gráficos detalhadamente em tabelas.

A novidade vem para transformar o Power BI Online, permitindo que seus relatórios em gráficos sejam apresentados facialmente em tabelas, assim facilitando na exportação e análise de dados conforme a necessidade.

E aí, quer conhecer mais sobre? Vem com a LSX Consulting que te mostramos o passo a passo!

Leia mais »
Power BI
Consultoria

Aprenda 10 fórmulas do Power BI

O Power BI, como um grande aliado da maximização de trabalho em menos tempo, facilita o dia a dia dos colaboradores e auxilia nos dados precisos empresariais ou até mesmo pessoais.

E aqui a LSX Consulting trouxe para você 10 fórmulas do Power BI que você precisa saber para se dar bem com a ferramenta.

Porém, antes de darmos continuidade ao assunto, você precisa conhecer um pouco mais sobre o qual é o conceito do Power Bi, certo? Então dá uma olhada aqui embaixo:

Leia mais »
Excel
Novidade

Criando a checkbox no Excel

No Excel não existe uma nativa checkbox como as comuns utilizadas nas programações, mas você sabia que é possível criar a sua própria caixa de seleção? Isso mesmo!

Para criar uma caixa de seleção dentro do Excel é fácil, basta usar o controle de formulários.

Vem conhecer mais!

Leia mais »